Terça-feira, 5 de Setembro de 2006

11 - Abóbada Celeste

Segundo consta, os antigos astrónomos até Galileu, viam a Abóbada Celeste como o tecto do Mundo. Parece que Galileu, mesmo depois de usar o seu telescópio, não o veria de outra maneira, visto que não aceitava a opinião de Geordano Bruno. Continuava a haver as esferas de cristal etc. com excepção da troca da posição do Sol pela da Terra. As semelhanças observadas através do telescópio levavam a pensar que seria mais lógico que Mercúrio e Venus fossem planetas que circulavam em torno do Sol e mais perto dele do que era aceite à semelhança  do movimento de Marte. Parece ter sido este facto que levou Tycho Brahe a manter a Terra no Centro e o Sol a rodar à volta da Terra, tendo Mercúrio e Venus à volta do Sol como seus satélites, também à semelhança do que se passava com as luas de Jupiter.

Excluindo os astros que se deslocam em relação à Abóbada Celeste, isto é, principalmente os planetas e seus satélites, os pontos luminosos que vemos, normalmente encontram-se relativamente às mesmas distâncias uns dos outros. E, se alguma deslocação houver é coisa que não se nota em mais de centenas ou milhares de anos.

Desde a minha juventude que observo os céus, quer a olho nu, quer com  telescópio, e sempre me pareceu que a Estrela Polar, por exemplo, ocupava o mesmo ponto da Abóbada Celeste, pois é muitas vezes fácil de observar no hemisfério norte. Durante as noites limpas é fácil ver as Ursas, a Cassiopeia e outras constelações embora pareçam rodar  à volta da Terra, quer diariamente, quer anualmente, movimentos este que se detectam por diariamente se observar um deslocamente como se fosse todo o tecto da Abóbada ao qual estivessem encrustados todas as estrelas, sabendo-se devidos à rotação da Terra. 

Esta observação simples que todos os habitantes da Terra podem fazer acima do Equador, como ao longo de uma faixa que o acompaha  e, principalmente, o facto de a estrela Polar parecer executar um movimento circular em cada dia, pelo que se podia observar durante as noites limpas, levou-me a pensar que isso era prova de que a Terra não se desloca mudando de lugar no espaço e por isso passei a dizer que tudo me levava a crer que a Terra não rodava ou não girava à volta do Sol, ao contrário do que se afirmava, com base no que Galileu havia provado com o seu telescópio. ( Jornal O Diabo - 1990 ) Não há dúvida de que na parte do hemisfério Sul as observações terão de ser idênticas.

 É certo que os Srs. Astrónomos dizem que o eixo da Terra descreve à volta do Polo Norte Celeste um movimento devido à atracção da Lua, semelhante ao movimento de um pião, se não estou confuso, descrevendo um pequeno círculo cuja duração andará à volta de uns 26 mil anos. Mas, ainda que isto seja perfeitamente exacto, para a duração da vida humana não é coisa que se note, nem que desloque o lugar permanente do Polo Norte Celeste, nem do Polo Sul Celeste. De facto, nos anos 41/42 observei esse fenómeno, no Entroncamento, e na minha terra, em noites límpidas, através de um tubo afunilado que me servia de telescópio a olho nu, confirmando-me que de facto o Polo Norte Celeste ali estava sempre no mesmo ponto da Abóbada Celeste, como sendo determinado pelo Eixo da Terra no seu movimento de rotação. Mais tarde, tendo comprado um verdadeiro telescópio e tendo continuado a fazer as minhas observações, passei a dizer que continuava a pensar que a Terra se move no Centro do Universo visível, etc. etc. ( Jornal o Aguas Livres - 1999)

Relacionando isto com as deformações que eram e ainda são apresentadas nas figuras que serviam para explicar, por exemplo, as fases da Lua como as das estações do ano, mais me fui convencendo de que a minha posição, nesta questão de saber-se se é a Terra que roda à volta do Sol ou o contrário, eu teria de me considerar um convicto geocentrista. E, porque não tenho dúvidas de que a Terra executa um movimento de rotação, logo move-se, não em deslocação de um lugar para outro do espaço, por muito curto que seja, mas move-se em rotação, sobre si mesma.

Vejamos a seguir o seguinte

Joao Candido

publicado por Clube bolsadoslotos às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
29
30
31


.posts recentes

. 21 - AGRADECIMENTO

. 20 - NA REALIDADE...

. Ano Internacional da Astr...

. 18 - ONDE ESTÁ A VERDADE

. 17-CURIOSIDADES ASTRONÓMI...

. 16 - Um Presente

. 15 - Ainda o Plutão

. 14 - Era uma vez um Plutã...

. 13 - Então porquê?

. 12 - Os periodos da criaç...

.arquivos

. Julho 2014

. Novembro 2013

. Janeiro 2010

. Maio 2008

. Julho 2007

. Novembro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds